21 798 6781 Marcações
Tártaro
27 junho 2023 Problemas Dentários

O tártaro é uma preocupação para milhares de pessoas de todas as idades. É uma situação comum que pode afetar a sua saúde oral, mas também a aparência dos seus dentes e gengivas.

No entanto, ao ler mais sobre o tártaro, nomeadamente o modo como se forma e quais os possíveis métodos de prevenção e tratamento, vai poder tomar mais ações preventivas para que o possa evitar.

Mantenha o seu sorriso saudável, com as dicas que temos para si.

 

O que é o Tártaro?

O tártaro é uma forma endurecida da placa bacteriana que se forma na superfície dos dentes. 

A placa bacteriana é como uma película que se adere à superfície dos dentes. É uma situação comum, natural até, cuja formação se deve à interação entre os alimentos que consome e as bactérias da boca e saliva.

Esta placa bacteriana vai-se formando ao longo da linha da gengiva e, quando não é devidamente removida, acaba por endurecer ou calcificar, dando assim origem ao tártaro.

Como se remove a placa bacteriana? Simples: utilizando fio dentário e escovando os dentes de forma regular. Ou seja, se mantiver as boas práticas de higiene oral, o mais certo é não ter de lidar com o tártaro.

No entanto, quando o tártaro se forma, estas boas práticas de higiene oral deixam de ser suficientes para o remover – nesses casos, é preciso o apoio, a experiência e o conhecimento de um médico dentista profissional.

Sintomas de Tártaro

Saber identificar os primeiros sintomas da formação de tártaro nos dentes é um passo essencial para uma intervenção e um tratamento precoce. Além do mais, esta é também uma boa forma de prevenir o aparecimento de outros problemas dentários. 

Assim, os principais sintomas de tártaro no dente ou de tártaro na gengiva incluem:

  • Dentes amarelecidos, com a formação de pequenos depósitos amarelados ou acastanhados visíveis;
  • Mau hálito e um gosto desagradável constante na boca;
  • Sangramento das gengivas, principalmente ao escovar os dentes;
  • Inflamação das gengivas;
  • Recessão das gengivas;
  • Maior sensibilidade, tanto nos dentes como nas gengivas.

Agora imagine que um dia, após escovar os dentes, sorri para o espelho e começa a notar a presença de pequenas manchas ou depósitos mais amarelados num dente. Será que tem um dente com tártaro? Qual poderá ser a causa?

 

Causas do Tártaro

Um dos principais fatores que contribuem para o desenvolvimento do tártaro é mesmo a existência de maus hábitos de higiene oral. 

Uma escovagem mais inadequada ou a não utilização de fio dentário, por exemplo, vai permitindo uma acumulação cada vez maior de placa bacteriana que, por sua vez, se vai transformando em tártaro.

Outra das causas muito comuns para o aparecimento do tártaro está também associada aos hábitos, mas os alimentares. O consumo de alimentos menos saudáveis, nomeadamente aqueles com mais açúcares na sua composição, contribuem em igual proporção para a formação de bactérias na boca e, por isso, para a formação de placa bacteriana.

Quando aos maus hábitos de higiene oral se aliam os maus hábitos alimentares, o aparecimento de tártaro é mesmo só uma questão de tempo!

Mesmo assim, existem ainda outras causas que deve conhecer. Por exemplo:

  • Fumar:
    o uso de tabaco ajuda a acumulação de bactérias, placa bacteriana e tártaro, além de contribuir para o aparecimento de outras patologias, nomeadamente as doenças gengivais;
     
  • Genética:
    devido a fatores hereditários, existem pessoas com uma maior propensão para a formação de tártaro. Do mesmo modo, existem também pessoas cujo fluxo reduzido de saliva contribui para a formação de placa bacteriana.
     
  • Idade:
    à medida em que vamos envelhecendo, existe também uma maior tendência para a acumulação de placa bacteriana, especialmente quando os bons hábitos de higiene oral deixam de ser mantidos com a mesma atenção. 

 

Como tratar o Tártaro?

Antes de avançarmos para as diversas formas sobre como pode prevenir o tártaro, importa também dar a conhecer as possíveis formas de tratamento à sua disposição na Two Care – o seu dentista em Lisboa.

Embora existam diferentes técnicas passíveis de se poderem aplicar a cada caso, todos os tratamentos ao tártaro se podem resumir a um: a destartarização.

Mas não se assuste! O nome do tratamento pode até parece um palavrão, mas também pode ser chamado por um outro nome mais simples e bem menos assustador: uma limpeza dentária.

Este tratamento pode ser feito numa consulta de higiene oral dita normal, embora um diagnóstico do caso seja sempre imprescindível. 

Mesmo assim, confirmada a presença de tártaro, o tratamento consiste na remoção da placa bacteriana em excesso ou endurecida, com recurso a diferentes técnicas e a ferramentas especializadas para o efeito.

Como evitar o Tártaro?

Para evitar o tártaro, o melhor remédio é a prevenção! Por isso, procure praticar regularmente os melhores hábitos de higiene oral. 

Se necessário e possível, ajuste o seu estilo de vida de modo a torna-lo mais saudável e a reduzir os alimentos mais nocivos para os dentes, nomeadamente aqueles que contêm mais açúcares. Opte por uma dieta mais rica em frutas e vegetais, por exemplo.

Por último, lembre-se sempre de agendar uma limpeza dentária profissional na Two Care, o seu dentista em Lisboa.

Uma limpeza regular dos dentes, não só ajuda a evitar o tártaro como garante que tem sempre um médico dentista profissional a monitorizar a sua saúde oral.

Dentista Lisboa - Marque a Sua Consulta!

Preencha o formulário e receba a confirmação da consulta no seu email

Marcar Consulta